Trabalhar na União Europeia


Artigo Publicado em: Emprego


Existem muitas instituições na União Europeia que empregam mais de 40 mil homens e mulheres de mais de 28 países do mundo. Com isto o Serviço Europeu de Seleção do Pessoal acaba organizando os concurso de forma geral para preencher os lugares permanentes e ainda não permanentes, além de todo o pessoal permanente, a UE ainda recruta agentes contratuais e temporários, organizando assim os diversos estágios gerando bases de dados perfeitas de peritos em domínios existentes e específicos.

Levando isto em conta todo o Serviço Europeu de Seleção do Pessoal o EPSO é um ponto de partida para quem quiser trabalhar através da União Européia. E o site do EPSO oferece uma série de informações necessárias sobre a melhor forma de se preparar para o processos de seleção.

Como funciona o recrutamento de pessoal permanente
O EPSO organiza todos os concursos gerais para selecionar o pessoal de forma permanente, e com isto estes concursos ainda permitem avaliar todas as competências existentes dos candidatos, tudo isto através de diversos tipos de testes e provas que poderão assegurar totalmente a seleção dos melhores. Além disto todos os anos são organizados processos de seleção para administradores, linguistas, tradutores, secretários e outras categorias existentes de pessoal.

É interessante citar que a EPSO ainda deverá recrutar o pessoal para todas as instituições determinadas da EU.

A comissão europeia
Com sede na cidade de Bruxelas na Bélgica e serviços em Luxemburgo, toda a comissão é a instituição de EU que acaba empregando mais pessoal, isto tanto na Europa como em representações de todo o mundo. Existem vários postos especializados de forma nomeadas para especialistas em áreas de ciências, áreas das línguas, de estatística e ainda das economias.

O parlamento europeu
Este que tem uma sede na cidade de Estrasburgo na França e serviços em Bruxelas e também em Luxemburgo.
O conselho da UE e também o Tribunal de Justiça europeus entre vários outros órgãos importantes.
Todo o processo de seleção e o contrato são os mesmos para as instituições, a diferença é que os funcionários permanentes se dividem em administradores e também em assistentes.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *