Hora Extra


Artigo Publicado em: Emprego


No dia a dia profissional há sempre uma necessidade de ficar além do horário normal, determinado pela empresa quando foi contratado, mas com o acúmulo ou quantidade de tarefas, ás vezes, é preciso passar da hora. Também existe a necessidade de trabalhar aos finais de semana em eventos fora do seu contrato para auxiliar a empresa quando necessário. Essa atitude é muito boa e só tende a render pontos positivos em sua carreira e na empresa, entretanto, na hora da remuneração isso deve ser validado.

Segundo os Direitos Trabalhistas, a hora extra consiste no tempo laborado além da jornada diária estabelecida pela legislação, contrato de trabalho ou norma coletiva de trabalho. A Legislação Trabalhista também estabelece que a duração normal do trabalho, salvo os casos especiais, é de 8 horas diárias e 44 semanais, no máximo.

Para calcular quanto vale sua hora extra é necessário conhecer o valor da sua hora trabalhada, ou seja, qual é seu salário-hora. Por exemplo, no caso de um contrato para trabalhar 44 horas, divida essas horas por 6 (número referente aos dias de trabalho da semana). O resultado deve ser multiplicado por 30. A base mensal em horas é de 220. Já no caso de jornadas de 40 horas, a base será de 200 horas. Para descobrir quanto se ganha por hora, divida seu salário mensal pelas horas trabalhadas. O resultado será o seu salário-hora.

A partir disso, todo funcionário que trabalha em jornada ampliada tem direito a receber um adicional de no mínimo 50% sobre o valor da hora normal. No caso se a hora extra for aos domingos e aos feriados, o valor deve ser de 100%.

De acordo com o Ministério do Trabalho, prestação de serviço extraordinário não pode exceder 2 horas por dia. Ultrapassar esse limite só é permitido quando o empregador está sujeito a situação de força maior, serviço inadiável ou prejuízos iminentes.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *