Como fazer um currículo em outra língua


Artigo Publicado em: Vagas Abertas


Para quem deseja fazer carreira no exterior, um dos fatores mais importantes é fazer um currículo em outro idioma, mas não basta fazer uma simples tradução, é de suma importância que esteja atentos a detalhes que apesar de passar despercebidos em um currículo feito no Brasil, pode pesar e muito para uma empresa de RH no exterior.

A globalização está em toda parte e no mundo dos negócios ela está cada vez mais presente e um dos detalhes mais importantes para quem deseja ter uma carreira no exterior é fazer um currículo em outro idioma, de preferência no idioma nativo do país onde deseja trabalhar, mas vale ressaltar que cada vez mais os profissionais de altos cargos estão resolvendo problemas na matriz, o que faz com que o conhecimento em outro idioma seja muito importante.

Não basta jogar um currículo no Google Tradutor e achar que está tudo resolvido, é de suma importância que se esteja atento aos detalhes que apesar de não ter muito importância em um currículo brasileiro, podem pesar e muito em um currículo que está em uma empresa no exterior.
Abaixo algumas dicas de como fazer um currículo para o exterior:

• Um dos aspectos mais importantes na hora de fazer um currículo para o exterior são os resultados, pois um dos aspectos ais importantes para algumas empresas é o tanto que as empresas podem ganhar com um profissional quando ele entrar na empresa, por isso o foco deve estar nos resultados, dependendo do cargo pretendido.

• Procure não colocar dados relativos a sua vida pessoal, como o estado civil, sexo, se tem filhos e nem a idade, ou seja, mantenha o seu foco em informações profissionais.

• Use uma linguagem que seja simples, ou seja, nada de usar termos difíceis para impressionar o profissional de RH.

• Procure colocar qualificações profissionais que estejam alinhadas ao cargo pretendido, mesmo se não tiver muita experiência no cargo.

• É de suma importância que se qualifique em que nível profissional que está no momento, pois dependendo do tipo de profissional que pretendem contratar, um nível de empregado pode servir para um cargo para outro não, principalmente em empresas que estão localizadas nos EUA.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *