Advogado Trabalhista


Artigo Publicado em: Emprego


O bacharel em direito poderá fazer cursos de especialização nas seguintes áreas: Direito Tributário, Direito Constitucional, Direito Trabalhista, Direito Civil, Direito Administrativo, Direito do Consumidor, Direito Internacional, Direito Penal, Direito no Comércio Internacional. 

No caso de especialização em direito trabalhista ou previdenciário, o advogado será representante de pessoas físicas ou jurídicas em disputas referentes à relação entre empregado e empregador em causas referentes ao contrato de trabalho, previdência social e ações sindicais. Além disso, ele tem o dever de participar de ações judiciais, através de equipes de profissionais especializados na advocacia trabalhista, direitos trabalhistas e acidente do trabalho.

Geralmente, os advogados trabalhistas executam uma ampla assessoria em rotinas trabalhistas, gestões junto às Delegacias Regionais do Trabalho (DRT), atuando em ações tanto do lado do funcionário quanto pelo lado da empresa, além de desacordos individuais e coletivos em processos administrativos e judiciais na participação de negociações em acordos coletivos de trabalho e da esfera consultiva e preventiva da advocacia.

Os advogados trabalhistas são responsáveis pela realização de diversos processos. Em relação a ações para as empresas, existem diversos serviços que eles podem prestar como: elaboração de defesas e acompanhamento processual; identificação de procedimentos administrativos inadequados e a adoção de medidas que reduzem a exposição da empresa a reclamações trabalhistas; defesa administrativa junto aos órgãos fiscalizadores DRT; alterações do contrato de trabalho; rescisão do contrato de trabalho; terceirizações; trabalhador cooperado; estabilidade no emprego; horas extras; trabalhador e doenças profissionais; insalubridade e periculosidade; verbas rescisórias; vínculo de emprego; pagamento de comissões entre diversos outros, dependendo do caso.

Em relação a ações relacionadas ao trabalhador, o advogado trabalhista é responsável por casos de: trabalho sem carteira assinada; cooperativas fraudulentas; terceirizações ilegais; aplicação da “justa causa” de forma indevida; pedidos de demissão forçados; jornadas de trabalho abusivas; fraudes na marcação do cartão de ponto ou da folha de presença; horas extras não pagas; condições de trabalho prejudiciais à saúde e segurança do trabalhador; assédio moral entre outros.


Tags: modelo currículo advogado,modelo de curriculo de advogado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *